Skip to content

Cart

Your cart is empty

Article: Jacquard: a incrível história de uma invenção que inspirou o primeiro computador

Jacquard: a incrível história de uma invenção que inspirou o primeiro computador

Jacquard: a incrível história de uma invenção que inspirou o primeiro computador

Ouvir a palavra jacquard pode trazer à mente uma peça de tecido bela e sumptuosa como umas cortinas luxuosas ou um vestido elegante. Mas o que é exatamente o jacquard?

Um jacquard é qualquer tecido feito num tear Jacquard, que entrelaça o padrão diretamente no material. Pode ser qualquer padrão, cor ou fibra, e nunca envolve impressão, bordado ou tingimento. Seda, linho, algodão e lã; qualquer uma  destas matérias primas pode ser jacquard, desde que sejam tecidas pelo processo jacquard.

Continue a ler para descobrir mais sobre a história da tecelagem jacquard e como o seu desenvolvimento inaugurou um novo mundo de têxteis tecidos.

Historicamente, tecer um padrão no tecido era um processo lento, exaustivo e perigoso que produzia apenas cerca de cinco centímetros de tecido por dia. Mestres tecelões comandavam teares manuais e instruíam jovens assistentes chamados rapazes do desenho que empoleirados nos teares moviam os fios seguindo um padrão específico. As canas de tecelagem eram pesadas, e os rapazes do desenho frequentemente ficavam feridos ou incapacitados ao levantar mais da metade do seu peso corporal em maquinaria. Bizarro não é? Tudo isto estava prestes a mudar...

Na década de 1760, Jean Charles Jacquard, um mestre tecelão conhecido e respeitado em Lyon, França, que empregava o seu filho, Joseph Marie Jacquard, como o seu rapaz do desenho, percebeu que o trabalho era demasiado árduo e enviou o jovem Jacquard para aprender com encadernadores e impressores.

Jacquard cresceu, casou e teve várias profissões, incluindo o sector imobiliário, fabricação de cutelaria tendo se depois alistado no exército.

Após a Revolução Francesa, deu início ao desenvolvimento de um novo tear.E todo um novo mundo se abriria à sua frente. 

Aproveitando a tecnologia existente de outros teares avançados da época, Jacquard desenvolveu um sistema automatizado que utilizava uma sequência de cartões perfurados. Os cartões instruíam o tear sobre quais fios levantar em momentos específicos para produzir a tecelagem, e cada cartão correspondia a uma linha do desenho do tecido. Os cartões, uma espécie de programação subsituíram o ardúo e moroso trabalho dos rapazes do desenho. 

Em 1805, Napoleão visitou Lyon, onde recebe uma demonstração do tear de jacquard. Percebendo imediatamente o seu potencial, o imperador concede a Joseph Jacquard uma patente convidando-o a ir para Paris para produzir o tear em massa.

A invenção do processo jacquard foi um dos desenvolvimentos mais importantes na história da tecelagem de tecidos. Pela primeira vez, os tecelões podiam produzir padrões de complexidade aparentemente ilimitada em grande escala. A técnica jacquard também pode ser usada para produzir brocados e damascos, peças em lã e algodão que antes exigiam inúmeras horas de trabalho meticuloso por serem tecidos à mão. Com o advento do tear jacquard, esses tecidos deixaram de ser reservados para a elite da sociedade.

A técnica dos cartões perfurados de Jacquard também teve implicações fora do mundo têxtil. O seu design pioneiro foi uma grande fonte de inspiração para Charles Babbage, que inventou o primeiro computador mecânico na década de 1820.

Em 1983, a primeira máquina jacquard eletrónica foi colocada em operação; hoje, todo o processo é informatizado. O jacquard símbolo de luxo e savoir faire está presente em desfiles de inúmeros estilistas e marcas de moda.

Apesar de ser um processo que se optimizou através do tear mecânico não é feito com tanta rapidez quanto uma peça lisa. Por ser ainda um processo moroso apenas tem lugar nas marcas de moda mais sofisticadas a sua criação e concepção complexa reflecte-se no seu preço que é sempre mais elevado do que o de uma peça completamente lisa. 

Na Achega, temos uma longa tradição de padrões jacquard, introduzidos na década de 80 com o uso de cartões perfurados, que ainda hoje preservamos no acervo da nossa unidade fabril.

Descubra alguns dos nossos jacquards uma tradição que continuamos a preservar desde a introdução deste processo na nossa marca.

Temos anos de experiência a desenvolver os nosso padrões mas nunca nada é tão desafiante. Chega sempre aquele momento que requer a nossa máxima atenção quando dizemos: Vamos criar um jacquard? 

Siga o link para ver a nossa coleção de jacquards online aqui! 

Em caso de dúvidas ou questões saiba que pode sempre contar com a nossa ajuda para esta ou outra questão no nosso apoio ao cliente:

+351 917 552 202 | Chat Online | loja@achega.com | Instagram | Facebook

Estamos disponíveis de Segunda a Sexta, das 09h00 às 17:00 GMT

Boas compras!

Filipa Achega

 

Foto: Retrato de Joseph Jacquard, tecido em seda num tear Jacquard, Lyon, 1839

 

Leave a comment

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

All comments are moderated before being published.

Read more

ORGANIC COTTON KNITWEAR
Algodão Orgânico

Descubra o Segredo do Algodão Orgânico: A Fibra que Vai Revolucionar o Seu Guarda-Roupa

Bem-vinda ao nosso blog! Hoje, vamos revelar um segredo que promete transformar a forma como vê o seu guarda-roupa. Estamos a falar do algodão orgânico, uma matéria-prima excepcional que está a ga...

Read more
Malhas portuguesas de qualidade

Malhas a um preço justo e transparente

Olá, bem vinda ao nosso Blog, Nesta edição, vamos explorar como na Achega conseguimos oferecer malhas de alta qualidade a um preço justo.  O melhor custo-benefício para si Entendemos que, ao procur...

Read more